Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Logo NEAF
Logo UFG
original_facebook
original_YoutubePlay
  • Per

    Discentes do Núcleo Livre de Permacultura realizam aula prática no CVT - CIAgro/NEAF.

    Atividade aconteceu na manhã de sábado (dia 25), na área do Centro Integrado de Agroecologia para treinamento, experimentação, validação e disponibilização participativa de tecnologias apropriadas à Agricultura Familiar (CVT - CIAgro/NEAF), que fica abaixo do prédio da Engenharia Florestal. 

     

  • Espiral de Ervas: Saberes da Permacultura e Agroecologia.

    IV Semana Jurídica do Curso de Direito / UFG - Regional Jataí o minicurso intitulado: Espiral de Ervas: Saberes da Permacultura e Agroecologia.

    Realizamos no dia 10 de Março de 2016, durante a programação da IV Semana Jurídica do Curso de Direito / UFG- Regional Jataí o minicurso intitulado: Espiral de Ervas: Saberes da Permacultura e Agroecologia. Visando a divulgação dos saberes tradicionais e a troca de experiências com os participantes do evento. 


    O formato espiralado é um padrão muito encontrado na natureza. As espirais respeitam as curvas naturais, são decorativas e inserem-se harmoniosamente nos jardins, proporcionam a integração de pessoas com o meio-ambiente e podem se adequar perfeitamente às nossas necessidades.

    A escolha das espécies é livre e pode ser uma mistura de plantas preferidas, sejam elas medicinais, aromáticas, comestíveis ou flores. O objetivo principal foi a construção de um canteiro de ervas e temperos em formato de espiral. Afim de otimizar o espaço do prédio do curso de Direito criando um ambiente de interação entre ser humano e ambiente, além de difundir os saberes da Permacultura como técnicas de bio- construção com bases Agroecológicas de fácil acesso e baixo custo, otimizando o espaço com design Permacultural e reutilizando resíduos descartados.

    Realizamos também o plantio de 20 mudas de árvores frutíferas para contribuir com a arborização do espaço.

    Link: https://www.facebook.com/901399376588039/photos/pcb.1060678150660160/1060664200661555/?type=3&theater

  • Agricultura

    Produção Agroecológica Integrada

    A Cartilha do Produtor Rural, lançada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Banco do Brasil (FBB), traz o passo a passo de como construir uma unidade de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (Pais). O Pais é um projeto apoiado pelo Sebrae que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida e proporcionar sustentabilidade às populações atendidas.

    A Cartilha destaca ainda as principais dúvidas que podem surgir no processo de implementação do Pais, entre elas o que fazer com os alimentos da colheita que sobram da refeição familiar.

  • Alimentos

    O QUE SÃO ALIMENTOS ORGÂNICOS?

    Surgida na Índia, em 1905, a agricultura orgânica é uma forma de plantar sem agredir o solo. Quando o pesquisador inglês Albert Howard viu que os camponeses hindus não usavam nenhum tipo de produto químico nas suas plantações, ele investiu na técnica, que visa produzir alimentos sem sacrificar muito a natureza, e apenas com recursos naturais.

    Muita gente diz que o método não afeta a natureza; porém, faz a produção cair, e isso pode dar prejuízo para o agricultor. O agrônomo Paulo José Ferreira explica que a agricultura orgânica realmente tem uma produção menor, mas que isso não gera uma perda para o agricultor.

    De acordo com Paulo, como na agricultura orgânica não é necessário o uso de máquinas e agrotóxicos, o produtor economiza esse dinheiro. Isso vai compensar o pequeno prejuízo causado pela diminuição da produção.

    Outra coisa legal é que alguns pequenos agricultores estão investindo na produção de orgânicos. Em hortas pequenas, eles plantam o que sua família vai comer e ainda podem fazer pequenas vendas dos alimentos que sobram para se sustentar financeiramente.

    Paulo também lembra que o consumidor valoriza mais o produto sem agrotóxico, pois sabe que vai ser bom para saúde dele. Então, o produto orgânico pode ser vendido por um preço um pouco maior.

    Por que o alimento orgânico é bom?

    A nutricionista Rafaela Nemer explica que os alimentos orgânicos são totalmente livres de agrotóxicos e adubos químicos. Muitas vezes, as hortaliças orgânicas são mais “miudinhas” que as outras, mas mais saudáveis. Ela conta que os alimentos cultivados de forma não-orgânica correm o risco de ter o nível de substância tóxica além do permitido. Essas substâncias podem causar diversos males, como diarreia, intoxicação e alergias.

    Também podem fazer mal para as mulheres grávidas, afetando a formação do bebê. O pesquisador francês Claude Albert fez estudos que mostraram a presença do agrotóxico DDT no leite materno. As mães teriam sido contaminadas por comerem alimentos com muita substância tóxica.

    Por isso, segundo a nutricionista, o alimento orgânico é uma garantia de que estamos livres desses vilões. É mesmo legal que a horta venha direto para o nosso prato!

    E se eu não puder comprar alimentos orgânicos?

    O preço dos alimentos orgânicos está diminuindo, mas uma grande parte da população não tem dinheiro para comprar esses produtos. Então, como fazer para ficar livre dos agrotóxicos? A nutricionista Rafaela Nemer dá a dica:

    “Deixe os alimentos durante 15 minutos dentro de um balde com um litro de água misturado com uma colher de sopa de água sanitária (e assim vai para cada litro de água, uma colher de sopa). Depois, retire os alimentos e enxágüe-os.

    Rafaela explica que esse procedimento não vai tornar o alimento totalmente livre das substâncias ruins, mas vai ajudar a diminuir bastante a presença delas.

  • adv

    Segurança alimentar é o tema do Prêmio Jovem Cientista de 2014.

    Estudantes de ensino médio, superior e jovens pesquisadores podem participar. As inscrições estão abertas e vão até 19 de dezembro de 2014. Confira o regulamento no link http://www.jovemcientista.cnpq.br/ 

    A soberania e segurança alimentar é fundamental para o fortalecimento da Agroecologia. Alimentos de qualidade, livres de agrotóxicos e práticas sustentáveis que a diversidade cultural., ambiental, cultural, econômica e social de quem produz e de quem come.

     

     

  • Ver mais